Governo pretende criar linha de financiamento reversa para dar renda vitalícia a idosos.

A ideia da equipe econômica do governo é criar uma medida para que o idoso sem herdeiros possa ter uma velhice mais tranquila, onde o dono de um imóvel abrirá mão dele para receber um valor por toda sua vida, abrindo mão da posse do seu imóvel.

Semana passada o assessor especial da Secretaria de Política Econômica do Ministério da Economia, Felipe Garcia, disse a imprensa, que a ideia é como se fosse um aluguel, só que o proprietário receberia do banco, e continuaria morando no imóvel, após o fim do contrato, o banco irá poder colocar o imóvel em leilão, que segundo Garcia, os bancos já tem todo o operacional de leiloar imóveis.

Por enquanto não sabemos se os bancos irão comprar essa ideia, e ainda não está certo que o governo irá bater o martelo, mas acreditam que essa modalidade pode dar um fim de vida digna para o idoso. Já tem projetos desse tipo em tramitação no Congresso, um deles é do Senador Paulo Bauer (PSDB-SC), que em 2018 ele sugeriu a hipoteca reversa para pessoas com mais de 60 anos.

Segundo Garcia, a maior vantagem desse tipo de crédito é vantajosa para as instituições financeiras no momento da revenda após a morte do beneficiário (proprietário), o risco que se tem nessa operação é mais para o lado da instituição financeira, pois poderá ter que desembolsar além do valor acertado baseado na expectativa de vida, e a pessoa ultrapassar essa previsão, já que o contrato manterá os aluguéis até ele vir a falecer. Podemos dizer que também pode ser vantagem para o banco, se por ventura o proprietário falecer antes, e o imóvel vira propriedade do banco.

E se o dono do imóvel se arrepender e quiser desfazer o negócio? A resposta é sim, é possível. Ele só terá que quitar o valor do contrato junto com o banco.

Nota-se que isso pode dar uma tranquilidade para o idoso em ter uma renda extra oriunda desse financiamento reverso, mas também pode haver uma certa briga na justiça na questão dos herdeiros, mas ainda tudo isso é especulação, vamos aguardar mais novidades, pois segundo Garcia as partes técnicas desse projeto deve ser finalizada no início do próximo semestre.