Cidade do interior do Piauí realiza tradicional festa da Igreja Católica

A cidade de Amarante(PI), fica situada a 160 km ao Sul de Teresina e é referência em cultura no Piauí e suas tradições são mantidas intactas por seus moradores.

A cidade, que tem o maior acervo de casarões de arquitetura portuguesa do século XIX do Estado realizou de 5 a 9/06 a 113 ª edição da Festa do Divino, que é organizada pela família do professor Marcelino.

A Festa do Divino é uma das mais importantes festas da Igreja Católica no mundo inteiro, que é chamado de Festa de Pentecostes.

No Brasil ganhou ares de Festa Popular pela formação étnica da população, sobretudo ser uma festa de influência da raça negra, a festa passou a ter um sincretismo religioso intenso principalmente no Nordeste brasileiro, onde a Festa ganhou ares fortes da matriz africana.





Já no Sul do Brasil é uma Festa mais ligada as tradições europeias, especialmente às tradições portuguesas.

Mesmo no Nordeste, especialmente no Maranhão, a Festa tem vinculação as raízes da cultura europeia, pois a festividade é originaria da Realeza portuguesa, que remonta segundo alguns historiadores a Rainha Isabel de Aragão (século XIV), que é chamada de Rainha Santa e a tradição começou porquê em Portugal, a monarca teria feito uma promessa ao Divino Espirito Santo em favor da pacificação dos conflitos familiares, entre o esposo Rei Diniz e os filhos e por agradecimento ao Divino Espirito Santo por essa intercessão divina desse conflito a Rainha passou a fazer anualmente uma espécie de peregrinação a uma igreja onde ia depositar ou expor para Deus o símbolos do poder Real.

Em Amarante, um grande público compareceu durante as festividades, com direito a Serenata do Divino e grandes procissões, com mescla da realeza e da cultura afro e sobretudo muita religiosidade.


Chadia Kobeissi

Jornalista formada no Líbano, em Beirute, com diploma revalidado pela USP e especialização em Civilização Árabe-Islâmica. Trabalhou como Correspondente Internacional para a Rfi, "Rádio França Internacional", que transmite também para a CBN do Brasil. Fundadora da Gazeta de Beirute, e autora do livro Estado Anti-Islâmico. Teve experiências incríveis em seus 8 anos de Oriente Médio, entendendo e desmistificando para o Ocidente, este outro lado do mundo.