Feira de Santana sediou Mundial de Jiu Jitsu no fim de semana

No último final de semana a cidade de Feira de Santana-BA foi a sede do Mundial de Jiu Jitsu 2019. Os confrontos ocorreram no ginásio de esportes do Sesi, no Alto do Cruzeiro, com a participação de cerca de mil atletas. Esta é a quarta vez que a competição acontece na cidade baiana.

Segundo Humberto Tavares, presidente da Confederação de Jiu Jitsu do Brasil, o mundial pode ser visto como um “intercâmbio para os participantes, que passam a conhecer o que está sendo praticado em outros países, como a Holanda, Argentina, Nicarágua”. “Todos observam o nível técnico de todos, a evolução. Mas, no Jiu Jitsu de alto rendimento, como em todos os esportes, chega um estágio, quando se aproxima do topo, que se evolui mais lentamente”, afirmou Humberto Tavares. Para ele, Feira de Santana, ao longo dos anos, se tornou um importante polo do Jiu Jitsu internacional. “Temos muitos atletas de alto nível”.

Filipe Oliveira, que ganhou medalha na competição, disse que treinar muito é o caminho para se tornar um atleta de ponta. “Também deve estar focado no trabalho, ser persistente e paciente. Assim, os resultados positivos aparecerão”.

Foto: Washington Nery


JB Cardoso

Jornalista e escritor, nascido no Rio Grande do Sul e radicado na Bahia, escreve sobre quase todas as editorias, preferindo sempre contar histórias. Viciado em informação, faz dela um meio de vida. Casado com Thábatta Lorena e pai de Pilar.