Alimentação no inverno

Saiba o que consumir para proteger a saúde nas baixas temperaturas

Com a chegada do inverno, e das temperaturas baixas, o corpo e a saúde podem ficar mais vulneráveis. A dica é apostar em alguns alimentos importantes e incluí-los na dieta durante esta época do ano.

 Prefira os pratos quentes: Sopas, caldos e cremes, chás e cafés, devem ser consumidos bem quentinhos para manter o corpo aquecido. Atenção apenas as sopas que são preparadas com creme de leite ou com muito queijo. Quem prefere ficar em dia com a balança, pode apostar nas de legumes, que alimentam e ainda fortalecem o sistema imunológico.

Além disso, por ser um clima de variações constantes, entre dias mais secos e mais úmidos, é preciso sempre estar atento à hidratação, então, não esqueça de beber muita água.

 Alimentos termogênicos: Alguns ingredientes, principalmente especiarias, possuem a capacidade de estimular a temperatura do organismo, mantendo o corpo aquecido e ajudam a eliminar alguns quilinhos extras. A pimenta vermelha, o café, a canela e o cacau, são ótimas alternativas.

 Antioxidantes: Esses alimentos ajudam a estimular a respiração, protegem e fortalecem o sistema imunológico e facilitam o trabalho do organismo, na defesa do corpo, contra gripes e resfriados, típicos da mudança de clima. Fontes ricas em vitaminas e minerais são as melhores escolhas, como a frutas cítricas. Aposte na laranja, mexerica e no limão. Por serem mais refrescantes, essas frutas acabam sendo deixadas de lado no inverno. Uma alternativa é utilizá-las nas principais refeições, como ingrediente, ou no tempero da salada, ou incluí-las em shakes e vitaminas.

Frio e fome

De acordo com o médico nutrólogo e presidente da Associação Brasileira de Nutrologia, Durval Ribas Filho, nos dias mais frios, nosso organismo faz com que procuremos mais comida para manter a temperatura ideal do corpo, entre 36,1 C e 37,2 C. “Através da comida, geramos energia e essa temperatura é mais fácil de ser mantida. O ideal, e válido para essa época do ano também, é manter uma dieta equilibrada. Apostar nos alimentos citados acima e não esquecer de praticar atividade física”, sugere.

Sobre o Dr. Durval Ribas Filho:

Foto: ClickDois

Professor de Pós Graduação em Nutrologia / ABRAN

Professor de Nutrologia da Faculdade Medicina de Catanduva/FAMECA/SP

Professor de Saúde Pública e Nosologia Médico Cirúrgico do IMES/SP

Professor do Ambulatório de Clinicas do Hospital Escola Emílio Carlos/FIPA-SPCONSULTOR

Co-Fundador e Vice-Presidente do Capitulo Latino Americano do American College of Nutrition

Presidente da Associação Brasileira de Nutrologia

Vice-Presidente da Academia Latino Americana de Nutrologia – ALAN)

Co- Editor da Revista de Nutrologia (International Journal of  Nutrology)

Membro do Conselho Editorial da Revista (Actualización em Nutrición – ARGENTINA)