Copa América: Brasil vence Peru e conquista o título pela nona vez

O Maracanã rugiu logo ao primeiro apito do árbitro: “Brasil, Brasil”, gritava a torcida brasileira para empurrar o time de Tite à vitória e ao título da Copa América. E a força das arquibancadas deu certo. Ao final, com o placar de 3 a 1, foi o momento de comemorar e levantar a taça. Gesto repetido pela nona vez por um capitão canarinho. Desta vez, Daniel Alves. O baiano também foi escolhido o craque da Copa América, e chegou à 40ª conquista da carreira. Aos 36 anos, é o jogador de futebol com mais títulos na história do futebol.

A final da Copa América estava envolta em rumores levantados pelo argentino Messi. Após a vitória por 2 a 1 sobre o Chile, que deu o terceiro lugar aos argentinos, “La Pulga” declarou que a competição estava “arranjada para o Brasil vencer”. Os argentinos se recusaram a receber as medalhas de terceiro lugar.

Ataques certeiros

O jogo não foi dos mais empolgantes. O Peru tentou impor um jogo mais agressivo logo no início do jogo, mostrando que não estava abalado pela derrota de 5 a 0 sofrida do Brasil na primeira fase. Mas a Seleção logo se encontrou. Gabriel Jesus cruzou para a área e Everton completou de chapa. Era o primeiro ataque brasileiro e o primeiro gol do jogo, além de ser o terceiro do atacante do Grêmio na competição.

O empate peruano veio na cobrança de um pênalti. Guerrero bateu no canto, empatou o jogo e ficou ao lado de Everton na artilharia da Copa.

Mas ainda antes de terminar o primeiro tempo o Brasil ampliou. Arthur avançou pelo meio e passou na medida para Gabriel Jesus dominar e colocar no canto de Gallese. A Seleção saiu para o intervalo com a vantagem de 2 a 1.

Segundo tempo

Uma surpresa desagradável aguardava o Brasil no segundo tempo. Ao cometer sua segunda falta, Gabriel Jesus recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso. Com um jogador a menos, o time ficou exposto aos ataques peruanos. Mas a recomposição tática de Tite deu certo. Quase ao final do jogo, Everton, o melhor jogador da partida, entrou a dribles na área e foi derrubado. O árbitro marcou pênalti que foi convertido por Richarlyson. O final da partida foi aos 50 minutos e decretou a nona Copa América vencida pelo Brasil.


JB Cardoso

Jornalista e escritor, nascido no Rio Grande do Sul e radicado na Bahia, escreve sobre quase todas as editorias, preferindo sempre contar histórias. Viciado em informação, faz dela um meio de vida. Casado com Thábatta Lorena e pai de Pilar.