Cresce o número de casos de sarampo no Brasil

Somente em São Paulo já são pelo menos 51 casos confirmados este ano, segundo dados do Centro de Vigilância Epidemiológica (CVE). Houve um aumento de mais de 300% no número de casos de sarampo em todo o mundo em comparação ao mesmo período de 2018. Também existem registros de casos no Amazonas, Pará, Rio de Janeiro, Roraima, Minas Gerais e Santa Catarina
Quase 40% dos casos registrados em 2019 são da faixa etária entre 15 e 29 anos o que fez com que o Ministério da Saúde ampliasse a campanha de vacinação com foco nessas idades.
Segundo o médico Renato Kfuri, vice presidente da Sociedade Brasileira de Imunização (SBIm) crianças acima dos 9 meses já podem fazer a vacina e é necessária pelo menos duas doses durante a vida para uma imunização completa.
O médico alerta da importância social da vacinação “infelizmente existem pessoas que desconhecendo o risco da doença preferem não vacinar por medo da reação”.
Por ser uma doença extremamente contagiosa Kfuri fala sobre a importância de se criar uma especie de cordão de isolamento contra o vírus. “Existem crianças que não podem receber a vacina. Estão com câncer, transplantados ou tomam quimioterapia, elas (as crianças)se protegem graças a vacinação dos demais que estão ao seu redor, pois não tem quem transmita a doença. Vacinação é uma questão de cidadania” diz o médico.

Sintomas

  • Febre alta
  • Estado geral comprometido
  • Mal-estar
  • Vermelhidão no corpo
  • conjuntivite

A vacina Tríplice viral faz parte do Programa Nacional de Imunização (PNI) e protege contra Sarampo, Caxumba e Rubéola, está disponível na rede pública de saúde em todo o país. Crianças a partir de 9 meses podem ser vacinadas e o foco desta campanha são jovens entre 15 e 29 de idade.

A vacina tríplice viral, protege contra sarampo, caxumba e rubéola

O médico Renato Kfuri fala que ” é comum não se lembrar se fez ou não a vacina quando criança, precisa ter a confirmação se tomou 2 doses. Não sei se tomei, toma duas então”.
A meta da secretária municipal de saúde é imunizar 2,9 milhões de pessoas até o dia 12 de julho em São Paulo.


Felipe Nascimento Cruz

Paulistano, com formação em jornalismo e publicidade. Um ex jogador de futebol que acredita que a comunicação pode mudar o mundo.