DICAS PARA O CLOSET MASCULINO

11 DICAS PARA MANTER A ORGANIZAÇÃO PRÁTICA E IMPECÁVEL

“Tudo o que se vê, se usa”. Este é o mote que a personal organizer Aline Delavy  passa para seus clientes no momento da organização de um closet ou guarda-roupas.  “Saber manter tudo organizado ajuda a economizar tempo e agiliza a rotina diária”, afirma a especialista.

Com mais liberdade na moda e visuais mais arrojados, os homens ganharam, ao longo dos anos, um guarda-roupa bem eclético, conciliando desde ternos até itens mais causais. Conseguir organizá-lo da maneira adequada se tornou uma tarefa tão detalhista quanto arrumar o feminino. “No quesito organização, muitos homens são meticulosos e gostam de ter à mão tudo o que necessitam, principalmente quando o assunto é vestuário”, afirma Delavy. 

Por isso, o assunto requer cuidado e atenção. Alguns truques simples facilitam e muito na correria do cotidiano. “Não basta manter tudo em ordem, é preciso ter uma lógica na hora de organizar”, afirma a personal organizer. “Assim fica mais fácil visualizar o que procura e ter tudo sempre à mão”.

Para ajudar os homens a organizar seus armários, a personal organizer Aline Delavy dá algumas dicas importantes para manter a organização impecável e prática.

1) Ternos. Devo ou não deixar na capa? 

Sempre utilizar cabides especiais para este tipo de roupa. Se optar por deixa-los em capa, use a que veio da loja quando comprou o terno. Agora se for capa de plástico de lavanderia, o melhor é descarta-la para não causar mofo. No entanto, se a capa é algo que não se abre mão, o ideal é manter uma capa de TNT.

 2) Gravatas. Como organizar de forma que não amasse?

Homens que usam gravatas costumam ser muito exigentes com a armazenagem deste acessório. Delicadas e pequenas, elas requerem cuidados e não pode ser guardadas de qualquer maneira. Há diversas opções, como:

·         Cabides com divisórias – é usado quando há espaço para pendurar;

·         Colmeias organizadoras de TNT – é possível colocar uma gravata em cada nicho;

·         Divisórias de acrílico ou plástico – podem ser feitas dentro da gaveta e de acordo com o tamanho que a gravata fica quando enrolada;

·         Caixas – existem caixas de madeira ou cartonadas feitas especificamente para esta finalidade.

3) Camisas Sociais. Qual o padrão?

As camisas sociais ficam em cabides sempre! Antes de pendura-las, feche o primeiro botão e separe-as respeitando o degrade das cores (do escuro para o claro). Outra forma de separa-las é por modelo (xadrez, listras, colarinho e punho de outra tonalidade), manga curta e manga comprida.

4) Camisetas. Dobrar ou manter no cabide?

Para pendurar as camisetas o único ponto de atenção é em relação ao tecido da peça. Se for de malha, jamais pendure, pois a peça irá esticar. Já as modelos Polos podem ser penduradas em cabides. Dependendo do espaço de cada armário, normalmente dobramos e organizamos nas gavetas em forma de cascata (uma peça atrás da outra), contando com o apoio das colmeias organizadoras. Mas, se a opção for coloca-las em prateleiras, não faça pilhas altas, pois quando for pegar a última camiseta, poderá amassar as demais.

5) Bermudas e calças. Dobro ou penduro?

Se há espaço sobrando, prefira pendurar as calças e shorts. Cada peça em um único cabide infantil (veludo ou acrílico). Assim, a calça não escorrega e você vê tudo o que tem.

6) Cuecas e meias. Como não perder tempo procurando esses itens?

Use e abuse das colmeias organizadoras, elas auxiliam no ganho do espaço e otimização de tempo. São recomendadas para organizar as cuecas e meias em forma de cascata Dobre as meias e acomode cada uma em um compartimento. Separe, também, as de ginástica das sociais. O que você vê, você usa.

7) Sapatos. Qual a forma correta de guarda-los?

Guarde os sapatos que você usa com mais frequência em local de fácil acesso. A sugestão é guarda-los na parte inferior do armário ou em sapateiras que possam ficar sob a cama. Sapatos que não são usados frequentemente podem ficar em suas caixas ou em caixas de plástico transparente. Aqueles que são usados apenas em viagens, como tênis de escalada, corrida ou de neve, podem ser colocados em caixas na parte superior do guarda-roupa.

8) Cintos. O que fazer com eles?

Este acessório deve ser pendurado em cabides próprios. Outra opção é guarda-los enrolados dentro das gavetas. É preciso tomar cuidado para não aperta-los demais, para não prejudicar o material.

9) Higiene pessoal. Como organiza-los?

O ideal é categorizar os itens de higiene pessoal por tipo, como por exemplo: para barba, cabelo, banho, etc. Depois, organize em cestos ou caixas, etiquetando para facilitar o dia a dia. Isso evite o desperdício de tempo procurando cada item.

10) Divido o espaço do armário com a minha esposa. E agora?

Separe uma parte do armário para cada um. Dessa forma, cada peça ou item terá seu local definido, sem gerar bagunça. No máximo, se tiver somente 4 gavetas, por exemplo, deixe 2 gavetas para cada um, e use para itens mais íntimos como lingerie, cueca, meia, pijamas; porém cada pessoa terá a sua gaveta. Não misture os itens do casal.

11) Como guardar coleções de livros, revistas, jogos…

A primeira pergunta que devemos fazer é: com qual frequência você olha as suas coleções? Se for bem esporadicamente, sugerimos guardar em caixas, no baú da cama box ou na parte superior do armário. Caso o uso seja mais frequente, guarde em caixas e em locais na parte inferior do armário, facilitando o manuseio. Categorize as coleções por tipo: camisetas, álbum, livros, chaveiros e coloque em caixas organizadoras etiquetadas e separadas.

Sobre Aline Delavy – Personal organizer, consultora, palestrante, Aline Delavy é especializada em organização residencial e planejamento de mudanças residenciais. Formada em Estatística pela Unicamp, atuou neste mercado por quase uma década ocupando posições estratégicas dentro de uma instituição financeira. Nos cargos que ocupou aprendeu sobre otimização de tempo, sigilo, atendimento personalizado, planejamento estratégico e, principalmente administração de recursos financeiros – altos ou baixos – e como aplica-los aos projetos para alcançar resultados satisfatórios, entre outras qualificações inerentes a uma Personal Organizer que busca mostrar a seus clientes que organizar os espaços de convivência transforma suas vidas.