Julho é o mês dos homens


Se as mulheres têm o seu dias, os homens também merecem. Por isso, no Brasil, o Dia dos Homens é comemorado anualmente no dia 15 de julho no Brasil. Vale destacar que a data é inspirada no Dia Internacional do Homem que é celebrado somente em novembro e tem o objetivo de conscientizar a população masculina sobre os cuidados com a saúde.

Pensando nisso, o Vice presidente da Sociedade Brasileira de Urologia, Dr. Lessandro Curcio Gonçalves explica que existem exames e cuidados indispensáveis na vida do homem. Principalmente, depois dos 40 anos. Para evitar complicações futuras, é preciso ficar em dia com a vacinação e com detalhes básicos como colesterol e triglicerídeos, pressão arterial, glicose, ultrassom e próstata. 

No caso do exame de próstata, o procedimento ainda é cercado por preconceitos,. Contudo, ele é essencial para detecção do câncer. 

“Hoje, existe grande disparidade entre sociedades médicas a respeito do rastreamento para câncer de próstata. Podemos afirmar que existe consenso em recomendar inicio do rastreamento aos 50 anos para homens sem fator de risco e 45 para homens com história familiar. A periodicidade de 1 a 8 anos dependendo avaliação de risco. Além disso, o mais importante  é que deve-se avaliar se vale a pena continuar  com o rastreamento  em pacientes com câncer de próstata acima de 75 anos ou com expectativa de vida menor que 10 anos”, relembrou o Dr. Lessandro.

Ele ainda citou o PSA, um exame que consiste na análise da dosagem de uma proteína que basicamente só é produzida na próstata. Assim como, o toque retal onde o especialista apalpa o órgão e verifica a existência de um nódulo na região posterior da glândula. 

 Desse modo, o diagnóstico final se faz através de biópsia prostática, com retirada de, no mínimo, oito fragmentos e análise histopatológica destes”, explicou o urologista.

Já sobre o tratamento, o médico afirmou que pode ser feito de três maneiras: observacional, radioterapia e cirurgia. 
Atualmente, esses são os mais avançado para casos de cirurgia de pacientes com câncer de próstata

“Uma das técnicas que tem revolucionado o tratamento da cirurgia de próstata é a Robótica. A Cirurgia Robótica atua para atender pacientes que precisam passar por procedimentos mais delicados, unindo tecnologia e conhecimento médico na busca por desfechos clínicos positivos. É uma grande aliada nos procedimentos cirúrgicos em que os espaços são limitados ou em que é necessário o detalhamento do órgão explorado. Entre os benefícios desta técnica, quando executada por cirurgiões experientes, estão o alto nível de segurança, maior precisão, incisões menores, menor sangramento, diminuição da dor, menor uso de medicações analgésicas, mínima chance de complicações pós-cirúrgicas e uma rápida recuperação do paciente com retorno precoce às atividades cotidianas”, destacou.

De acordo com uma pesquisa realizada nos EUA com 2.000 homens, 52% deles costumam ir ao médico quando algo precisa ser “consertado”, e a maioria (63%) relata que a dor prolongada e grave é o principal “ponto de decisão” para uma consulta médica. O vômito, sangramento ou a coceira não são fatores suficientes, por exemplo.

“A consulta médica precisa ser incluída na agenda de saúde do homem com maior frequência. Não hesite em procurar um médico bem atualizado para oferecer as melhores opções de prevenção e tratamento para seu perfil de saúde e estilo de vida particular”, ressaltou o especialista.

Mini currículo, Lessandro Curcio Gonçalves: Urologista  do hospital Federal de Ipanema, Vice presidente da sociedade brasileira de Urologia RJ, especialista em cirurgia robótica e membro da Associação Americana e Europeia  de Urologia.

Fotos: PEXELS