Rebelião deixa 52 pessoas mortas em presídio do Pará

Nesta segunda-feira (29), iniciou uma rebelião por volta das 7 horas, no Centro de Recuperação Regional de Altamira, Sudoeste do Pará. Até agora contam 52 mortos, entre eles 16 pessoas foram decapitadas.

Dois agente penitenciários foram mantidos como reféns por mais de uma hora, e após diversas negociações foram liberados.

Segundo fontes internas, houve disputas entre facções criminosas de diferentes blocos. Mas há também a possibilidade de ter sido uma revolta pela super lotação, num local onde há 372 presos, mas que tem a capacidade de abrigar apenas 208 detentos.

As famílias dos presidiários aguardam notícias de seus parentes, no entanto ainda não há muitas informações.


Chadia Kobeissi

Jornalista formada no Líbano, em Beirute, com diploma revalidado pela USP e especialização em Civilização Árabe-Islâmica. Trabalhou como Correspondente Internacional para a Rfi, "Rádio França Internacional", que transmite também para a CBN do Brasil. Fundadora da Gazeta de Beirute, e autora do livro Estado Anti-Islâmico. Teve experiências incríveis em seus 8 anos de Oriente Médio, entendendo e desmistificando para o Ocidente, este outro lado do mundo.