Tratado histórico de desarmamento nuclear entre EUA e Rússia é anulado

Foto: Ex-presidente dos EUA, Ronald Reagan, e ex-presidente da Rússia, Mikhail Gorbachev, assinam tratado em 1987

Rússia e Estados Unidos romperam, nesta sexta-feira (2), o tratado de desarmamento nuclear INF, que era até então, um dos principais acordos limitando a distância que os armamentos podem atingir.

Este tratado limitava o uso de armas com alcance intermediário, que podem variar entre 500 a 5.500 km de distância.

Há alguns meses, os dois países se mostraram insatisfeitos, e trocaram várias acusações.

O secretário dos Estados Unidos, Mike Pompeo, anunciou oficialmente a retirada de Washington do acordo, no entanto culpou a Rússia, como responsável do fim do tratado.

Pouco antes do comunicado de Pompeo, o Ministro das Relações Exteriores da Rússia, disse que o tratado havia terminado “por iniciativa dos Estados Unidos”.

Durante uma coletiva de imprensa realizada na Bélgica, o secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg, afirmou que:

“A OTAN, está convencida que é possível chegar a um novo acordo sobre o tratado.”


Chadia Kobeissi

Jornalista formada no Líbano, em Beirute, com diploma revalidado pela USP e especialização em Civilização Árabe-Islâmica. Trabalhou como Correspondente Internacional para a Rfi, "Rádio França Internacional", que transmite também para a CBN do Brasil. Fundadora da Gazeta de Beirute, e autora do livro Estado Anti-Islâmico. Teve experiências incríveis em seus 8 anos de Oriente Médio, entendendo e desmistificando para o Ocidente, este outro lado do mundo.