Dica de beleza

Reabilitação Micropigmentar: depois do boom das micropigmentações

A micropigmentação das sobrancelhas é um dos maiores booms do mercado da estética, desde 2015, com a moda das sobrancelhas grossas. Você ou já fez ou conhece pelo menos alguém que usou a técnica. Nas ruas você nota toda hora alguém com as sobrancelhas pigmentadas e até na Rua 25 de Março, reduto paulistano de compras de rua, há barraquinhas que fazem o serviço.

E todo boom sempre traz o lado ruim de um serviço, nesse caso seria um misto de coisas ruins: profissionais sem experiência, produtos sem qualidade, procedimento mal feito, fizeram um novo momento pós micropigmentações, o das desmicropigmentações das sobrancelhas, muitas ou com cor errada, ou depois de um tempo ficando: cinzas, verdes ou alaranjadas, fora os formatos errados sem um visagismo adequado, pensando apenas em modismos. Com esse monte de problemas, as pessoas correm para a remoção com laser, que dói e não traz uma solução completa, porque você retira e apenas essa é o procedimento feito. Pensando nisso a esteticista e cosmetóloga Kathrin Schimdt criou o processo batizado como: Reabilitação Micropigmentar.

Reabilitação Micropigmentar  é uma técnica de correção de procedimentos inadequados, sejam por assimetria, colorimetria, trabalhos muito escuros, entre outros, que trabalha com a camuflagem, a neutralização e a cobertura do procedimento anterior. A ideia da técnica é buscar acima de tudo recuperar a naturalidade da expressão dos clientes, fazendo com que recuperem a autoestima após o trauma de resultado indesejado”, explica Kathrin.

O método sem dor faz a remoção sem alteração temporária na cor e estrutura do pêlo, menos invasivo com consequente redução de complicações. “O processo de correção total pode demorar de 1 a 8 meses, para trazer harmonia ao rosto da paciente”, conta Schmidt.

Atualmente, o serviço de despigmentação corresponde a 30% do faturamento total da clínica que leva o nome da profissional Kathrin Schmidt, na cidade de São José dos Campos. “Com isso eu resolvi inclusive criar um curso para ensinar minha técnica e para ensinar profissionais atenderem essa demanda com mais excelência”, conta.

Dicas para escolher o procedimento de Micropigmentação:

  • Conheça o profissional antes do dia do procedimento – assim você já se familiariza com o ambiente;
  • Peça uma avaliação prévia com amostra de desenho para que você possa ir para casa e avaliar se realmente irá gostar das mudanças apresentadas;
  • Tenha contato com clientes que realizaram o procedimento com o mesmo profissional e avalie pessoalmente os resultados;
  • Avalie o engajamento e comentários de clientes em redes sociais, assim como fotos de antes e depois com resultados cicatrizados;
  • Perceba se o local de atendimento fornece a tranquilidade necessária para a execução da técnica, assim como uma iluminação adequada;
  • Observe se o material é descartável, exiga a abertura de perfurocortantes (agulhas ou lâminas) no momento do procedimento.

Fonte: Com 14 anos no mercado, Kathrin Schmidt graduada no curso de Estética e Cosmetologia pela Universidade Anhembi Morumbi, pós graduanda em estética e saúde e  especialista em micropigmentação e desmicropigmentação. Resolveu botar toda sua expertise em ação e idealizou um conceito e criou o método Reabilitação Micropigmentar, técnica exclusiva desenvolvida para corrigir sobrancelhas e lábios pigmentadas de maneira inadequada, não usa laser, nem anestésico, por esse feito ela foi laureada em duas oportunidades ano passado: Campeã do PMU Inovation (Permanent Makeup Innovation) 2018 e do Estética Business Awards 2018.

Contato: ks@espacoks.com.br