ZUMBIDO vilão do ouvido do mundo moderno

Você tem Zumbido? Conhece alguém que tem Zumbido?

Anota na agenda o dia 30/09  e avisa todo mundo que a Dra.Tanit Ganz Sanchez – Otorrinolaringologista com doutorado e livre-docência pela USP, em ZUMBIDO, fará seu 1º WEBINAR sobre o assunto.  Oportunidade única, para obter informações de qualidade sobre o tema.

A vida moderna tem mesmo causado alguns problemas sutis nos ouvidos, que ainda não são tão famosos, como a perda auditiva. A exposição crescente aos ruídos, seja por diversão, por trabalho ou simplesmente pela vida agitada das grandes cidades, tem mudado a maneira pela qual os ouvidos reagem aos sons, deixando-os muito  mais sensíveis.

O ZUMBIDO faz parte da “Quadrilha do ouvido”, e tem como efeito colateral sons que podem ser comparados a apitos, chiados, cigarras, grilos, panela de pressão, entre outros, e ocorrem em todas as idades, inclusive crianças e adolescentes, podendo comprometer o sono, a concentração na leitura, o equilíbrio emocional e até a vida social e familiar.

Segundo o Instituto Ganz Sanchez , estima-se que no Brasil  22% dos adultos paulistanos têm Zumbido (pesquisa USP 2015). Pesquisas mostram que uma a cada 4-5 pessoas têm zumbido, facilitando a compreensão de como isso se tornou tão comum. Como em qualquer família, os membros andam em grupos, ou seja, um único paciente pode ter associação de zumbido, misofonia e hiperacusia ao mesmo tempo.

Diagnóstico e Tratamento do ZUMBIDO

Apesar de muitas pessoas pensarem que não existe tratamento para o Zumbido, já existem técnicas apropriadas e vários pacientes já obtiveram melhora no sintoma, e ainda, alguns alcançaram a cura. Mas, para que seja iniciado o tratamento, é preciso uma análise minuciosa do paciente que englobe a rotina de trabalho, os hábitos alimentares –  a ingestão de gorduras, cafeína e doces – se toma alguma medicação de uso contínuo e qual o volume e a intensidade que o paciente escuta música, dentre outros. Só com esse perfil traçado será possível tratar o paciente de forma adequada, seja com medicamentos, terapias complementares ou com a reeducação para algum hábito ruim.

Há esperança para  pessoas que sofrem com Zumbido

Há anos estudamos pessoas com sintomas pouco valorizados pela Medicina, como o Zumbido. Ver pessoas que sofrem e não sabem o que fazer, nem onde procurar ajuda, mexe com a gente! Por isso criamos algumas medidas que podem ser feitas por todos, independente de morar perto ou longe de um centro avançado” ressalta a especialista.

No próximo dia 30-09, segunda-feira, a Dra. Tanit Ganz Sanchez fará seu 1º WEBINAR sobre ZUMBIDO, com o tema “O que temos para aprender com as pessoas que já se curaram do Zumbido”. A pesquisa foi feita com 100 pessoas que se curaram do Zumbido e que foram acompanhadas por oito meses.

O WEBINAR terá duas horas de duração e será voltado para otorrinolaringologistas, fonoaudiólogos, profissionais e estudantes da saúde e público em geral.

Com o passar do tempo, temos CERTEZA de que o ZUMBIDO será um problema mais conhecido, mais investigado e tratado com mais sucesso!”, declara Dra. Tanit Ganz Sanchez.

Sobre a especialista:

Profa.  Dra. Tanit Ganz Sanchez – Otorrinolaringologista com doutorado e livre-docência pela USP, Fundadora e Diretora do Instituto Ganz Sanchez, criadora da Campanha Nacional de Alerta ao Zumbido (Novembro Laranja), do Grupo de Apoio Nacional a pessoas com Zumbido, da TV Zumbido e do curso online ABC…z do Zumbido. Assumiu a missão de desvendar os mistérios do zumbido e é pioneira nas pesquisas no Brasil, sendo reconhecida por sua didática, objetividade e compartilhamento aberto de ideias. É especialista em Zumbido, Hiperacusia, Misofonia e Distúrbios do Sono.

Serviço:

WEBINAR

Data: 30/09/2019 – segunda-feira.

Horário: 19h30 ao vivo

Site para participar do Webinar:https://conteudo.md-institutoganzsanchez.com.br/webinar-sobre-zumbido-no-ouvido