Campanha pretende vacinar 16 milhões de pessoas contra o sarampo até novembro

foto: divulgação

Os meses de outubro e novembro serão de extrema importância no combate ao sarampo em todo o Brasil, o Ministério da Saúde lançou na primeira semana deste mês a Campanha Nacional de Vacinação contra o vírus, que nesta primeira fase de 7 a 25 de Outubro é voltada para crianças entre 6 meses a 5 anos de idade. A meta é vacinar 2,6 milhões nesta faixa etária em todo o país.

Outro grupo considerado de risco são os adultos entre 20 e 29 anos de idade, que devem ter prioridade nos postos públicos de 18 a 30 de novembro, são mais de 13 milhões de pessoas que devem ser imunizados. O objetivo é tentar conter o avanço da doença que já registrou mais de 6 mil casos em todo o país.

O Ministério da Saúde vai liberar 206 milhões de reais para ajudar os municípios nas ações durante a campanha, para receber a verba os gestores terão que atingir a meta de 95% de cobertura vacinal contra o sarampo e manter a pasta informada sobre o estoque das vacinas contra poliomielite (paralisia infantil), tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola) e a pentavalente (tétano, difteria, coqueluche, hepatite B e haemophilus influenza tipo b).

vacina tríplice viral protege contra sarampo, caxumba e rubéola

Segundo a Dra. Lily Yin Weckx, coordenadora do Centro de Referencia Imunobiológicos Especiais (CRIE) – da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) a taxa de incidência da doença é maior entre crianças menores de 1 até 4 anos e adultos entre 15 e 29 anos, por isso o Ministério da Saúde foca a campanha nestas idades. A Dra. Lily Lembra que atualmente crianças a partir de 6 meses já podem ser vacinadas, mas “é considerada uma dose invalida, é necessário pelo menos mais duas dose após o primeiro ano de vida para uma imunização mais segura e completa, pois a resposta da vacina é melhor após o primeiro ano de vida”.

O que é o sarampo?

O sarampo é uma doença viral infectocontagiosa provocada por um morbilivirus e transmitida por secreções da pessoa que está doente, como espirro, tosse ou ao falar. Os primeiro sintomas são febre alta e manchas avermelhadas pelo corpo.

Dados do Boletim Epidemiológico (setembro 2019) da secretaria de vigilância e saúde,  informa que foram confirmados 13 mortes por sarampo em todo o país, sendo 12 em São Paulo e 1 em Pernambuco. 


Felipe Nascimento Cruz

Paulistano, com formação em jornalismo e publicidade. Um ex jogador de futebol que acredita que a comunicação pode mudar o mundo.