Salvador deve receber quase 180 mil turistas até abril

A recepção a 10 mil turistas transformou o Porto de Salvador em uma grande festa de cores, idiomas e elementos da cultura baiana, na segunda-feira (2). Duas embarcações chegaram ainda de manhã. A primeira foi o Sovereing, seguido do Costa Fascinosa, que permaneceu na capital baiana até as 19h, e depois seguiu para Ilhéus, na Costa do Cacau. O maior navio da temporada, o MSC Seaview também atracou no Porto de Salvador, vindo de Santa Cruz do Tenerife, na Espanha, com cerca de 5,2 mil passageiros.

 Segundo o secretário do Turismo do Estado, Fausto Franco, este ano está previsto para Salvador um incremento de 10% no número de cruzeiros recebidos. “Estão chegando 176 mil turistas somente em Salvador. Ilhéus também está recebendo mais 22 paradas. Este é um segmento muito significativo. Alguns navios vão pernoitar. Hoje temos mais de dez mil passageiros circulando pela cidade, conhecendo a nossa cultura, nossa arte, nossa gastronomia, comprando lembranças e artesanatos. Toda a cidade acaba se envolvendo, com a movimentação de bares, restaurantes, a visita ao Pelourinho. Isso é muito positivo”, afirmou.

Conforme divulgou a Companhia das Docas da Bahia (Codeba), dezembro será o mês de maior movimentação na temporada (novembro-abril). Neste mês, são esperados cerca de 47 mil visitantes vindos em nove navios, que farão um total de 15 escalas em Salvador — somente o MSC Seaview estará na cidade quatro vezes.

 A previsão da Codeba é de que, durante toda a temporada, Salvador receba 63 escalas de navios e mais de 176 mil visitantes. O número é referente à capacidade das embarcações programadas para passar pela cidade. A programação completa dos cruzeiros marítimos está disponível no site da Codeba.

Brasileiros e estrangeiros

 Um dos grupos mais animados que desembarcaram no Porto de Salvador foi o de 51 turistas croatas, de todas as idades, que estão viajando no MSC Seaview. Entre gritos de saudação, cantorias e algumas palavras em português aprendidas de última hora, Neven Pribac disse que é a primeira vez que eles vêm ao Brasil e que há uma grande expectativa, especialmente quanto à cidade de Salvador. “Nós também vamos ao Rio de Janeiro, mas pesquisamos sobre a Bahia e soubemos que é muito linda. Acho que vamos nos divertir muito”. 

 Pintados com os símbolos tribais característicos da Timbalada, Eduardo Muniz, a esposa e um casal de amigos vieram do Ceará no Sovereing, primeiro navio a atracar em Salvador nesta segunda (2). “Já provamos o acarajé, no Pelourinho, e conhecemos os pontos turísticos. Tudo muito bonito e organizado. Fomos bem recebidos já desde a chegada. Gostamos muito e estamos comentando que é preciso vir depois para ficar mais tempo, para conhecer as praias, os restaurantes, os lugares, fazer outros passeios de barco por aqui. Já estamos nos programando”, disse.

 Todo esse fluxo de turistas movimenta diversos segmentos da economia. Nesta segunda (2), uma das corridas feitas pelo motorista de táxi Waldir Cardeal foi com seis turistas. “Sou taxista há cinco anos. Vale a pena vir para o desembarque. As corridas aumentam muito com a chegada dos navios. Dá para ganhar um dinheiro”.

(Com informações da Secretaria de Comunicação do Governo da Bahia)


JB Cardoso

Jornalista e escritor, nascido no Rio Grande do Sul e radicado na Bahia, escreve sobre quase todas as editorias, preferindo sempre contar histórias. Viciado em informação, faz dela um meio de vida. Casado com Thábatta Lorena e pai de Pilar.