19 Junho 2024

As gigantes Apple e Microsoft permanecem como as principais empresas em termos de capitalização

2 min read

Duas das gigantes da tecnologia, Apple (AAPL.O) e Microsoft (MSFT.O), continuam a dominar como as maiores empresas do mundo em termos de capitalização de mercado, impulsionadas pelo crescimento das ações no setor de tecnologia ao longo de 2023. Embora previsível para muitos, esse fato permanece como um marco de significativa importância.

No mês de julho deste ano, a Apple alcançou um feito histórico ao se tornar a primeira empresa a atingir uma capitalização de mercado de impressionantes U$ 3 trilhões (um valor que supera até mesmo o mercado total de criptomoedas no momento). Vale destacar que a perspectiva positiva relacionada à expansão para novos mercados e a expectativa de taxas de juros mais moderadas nos Estados Unidos contribuíram para esse feito notável.

Outras empresas do setor de tecnologia também demonstraram desempenhos sólidos. A Meta Platforms, controladora do Facebook, viu sua capitalização de mercado aumentar mais de 10% em julho, graças a projeções otimistas de receita e a um crescimento robusto nas receitas provenientes de anúncios no segundo trimestre.

A Microsoft também superou as previsões de receita do último trimestre fiscal, impulsionada pelo crescimento de seus negócios de computação em nuvem e softwares de escritório. O único revés foi uma ligeira queda de 1,4% em suas ações, devido a um plano ambicioso de investimentos para atender à crescente demanda por serviços de inteligência artificial. Ao final das contas, a empresa fundada por Bill Gates encerrou seu balanço financeiro mais recente com uma capitalização de U$ 2,49 trilhões.

No cenário das empresas mais valiosas globalmente, o setor financeiro também teve seus destaques. O JP Morgan Chase registrou um crescimento de cerca de 8,6% em sua capitalização de mercado no mês passado, beneficiado por maiores receitas provenientes de juros de empréstimos e pela aquisição do First Republic Bank. Além disso, especialistas indicam que estamos testemunhando o início de uma nova era no mercado de alta tecnologia, muitas vezes referida como a “Corrida do Ouro da Inteligência Artificial”. Analistas da Wedbush comparam esse cenário ao início da era da Internet em 1995, diferenciando-o da bolha de tecnologia de 1999/2000. Dados da Refinitiv revelam que até o momento, 69% das grandes e médias empresas nos Estados Unidos superaram as expectativas de lucro no segundo trimestre, sendo o setor de tecnologia o principal responsável por essa tendência, representando 82% das surpresas positivas.

À medida que a concorrência no cenário tecnológico avança, a Apple e a Microsoft continuam a demonstrar sua supremacia como líderes incontestáveis, exercendo uma influência significativa sobre os mercados globais.