27 Maio 2024

Espanha, Portugal e Marrocos Confirmados como Anfitriões da Copa do Mundo 2030, com Início Festivo no Uruguai

2 min read

A Copa do Mundo de 2030 apresentará um formato inédito, marcando a primeira vez em que será disputada em três continentes. As sedes principais serão compartilhadas pelos vizinhos Espanha, Portugal e Marrocos, com a cerimônia de abertura ocorrendo em Montevidéu, Uruguai, em homenagem à primeira edição do torneio em 1930. Além disso, a Argentina e o Paraguai sediarão jogos da primeira rodada.

Após as partidas iniciais na América do Sul, o restante do torneio será realizado do outro lado do Oceano Atlântico, dividido entre países europeus e africanos. A decisão foi unânime no Conselho da Fifa, que ratificará as três sedes principais no próximo Congresso, dependendo do sucesso do processo de candidatura.

A iniciativa de iniciar a competição na América do Sul foi aclamada como uma celebração do centenário da Copa do Mundo. Gianni Infantino, presidente da Fifa, destacou a união do mundo do futebol e a importância de marcar o centenário do torneio iniciado no Uruguai.

Antes do anúncio oficial da Fifa, Alejandro Domínguez, presidente da Conmebol, revelou a distribuição da sede em uma coletiva de imprensa. Ele ressaltou a relevância de trazer a Copa de volta à América do Sul, onde tudo começou há 100 anos. O torneio contará com 48 seleções e 104 partidas, sendo Argentina, Paraguai, Uruguai, Espanha, Portugal e Marrocos já garantidos.

O anúncio surpreendeu, pois originalmente havia duas candidaturas: uma sul-americana formada por Argentina, Chile, Paraguai e Uruguai, e outra liderada pela Uefa, composta por Espanha, Portugal e Marrocos. A Fifa oficializou apenas a segunda opção, alegando que a candidatura sul-americana foi retirada em prol de uma celebração conjunta da história do futebol.

A decisão de realizar a Copa de 2030 em três países visa promover a unidade no futebol mundial. A Conmebol, reconhecendo a importância histórica do torneio, preferiu evitar uma disputa de candidaturas e promover um encontro significativo da família do futebol.

Quanto à Copa de 2034, a Fifa definiu que será realizada na Ásia e/ou Oceania, com a Arábia Saudita sendo uma forte candidata. O presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, expressou apoio às decisões tomadas, destacando que fortalecem o futebol globalmente e unem os torcedores ao redor do mundo.